top of page
  • Foto do escritorCristiane Nunes

A vibração do apego

Para o Universo, o apego significa falta. O efeito é totalmente contrário ao que se deseja ter ou manter. E o ponto está justamente no conceito de “ter” ou “manter”.




Se tudo está dentro de nós (somos o Microcosmo no Macrocosmo) e tudo está conectado numa rede de energia, onda e vibração, o apego não faz sentido.


O apego está relacionado à sensação de separação, que caracteriza a falta. Na vibração do apego, seja a algo ou alguém, você está comunicando que aquilo lhe falta. Afinal, a gente se apega ao que tem medo de perder.


Como consequência, nos tornamos controladoras, achando que se tivermos total domínio de uma situação ou pessoa, controlamos o fluxo das coisas e dos acontecimentos. Queremos ter certeza, quando precisamos ter confiança.


O Universo não tem juízo de valor (bom ou ruim) e se comunica por vibração, manifestando o que se ajusta com a frequência energética. A vibração do apego cria uma tensão, afastando você e o objeto ao qual está apegada (trabalho, dinheiro, relacionamento, pessoa amada, viagem, qualquer coisa!).


Às vezes, estamos apegadas a certas ideias ou desejos inconscientemente, tornando isso “impossível” ou “insaciável”. Quer saber como? O que você tem mais medo de perder ou não conseguir e coloca atenção/energia em excesso? Reflita.


A energia precisa estar livre para circular e manifestar. Quando não temos dúvida ou medo de perder algo, confiamos que aquilo não vai faltar. Está tão internalizado, que não há apego, justamente, porque não nos sentimos separadas, porque isso nos “pertence” (não no sentido de posse), fazendo parte de nós.


Para sair da vibração do apego, o segredo está em focar naquilo que é espontâneo e verdadeiro, e fazer o que precisa ser feito, com total presença. Então, a magia acontece: a energia está livre para circular e manifestar facilmente!

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page