top of page
  • Foto do escritorCristiane Nunes

Intimidade não é uma questão de tempo, é de energia.

Intimidade não precisa de tempo, precisa de conexão. Precisa de revelação. Para isso, é preciso ter disposição de tornar-se vulnerável. Mas se você ainda não desenvolveu confiança (associada à energia feminina yin), isso não será possível.

Se você não confia, você não se abre. Porque se sente ameaçada e teme a resposta do outro à sua revelação. Teme ser ferida novamente no lugar que foi machucada. Por trás desse medo, há o orgulho. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O orgulho sempre está protegendo alguma sombra ou dor que você não aceita em si mesma e não quer que ninguém descubra. Então, muros são construídos para manter-se “protegida” e, assim, isolada. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Geralmente, quanto maior a dor, maior o medo e as defesas e, consequentemente, o isolamento. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O que você precisa entender é que você não conhece tudo o que você é. Você não é apenas o que pensa ser. A imagem que faz de si mesma representa apenas uma parte sua muito pequena. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Pode ser muito difícil acreditar, mas você é própria fonte de amor e da luz. Isso pode até soar ridículo, mas quando estando identificada com essa imagem, você teme revelar tudo aquilo que é. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ A única maneira de se revelar completamente é abrir-se para o que é mais de profundo e íntimo em si. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ A única maneira de criar real conexão é permitir-se revelada, mergulhando nos meandros da intimidade. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ [ Trecho editado e parafraseado do Livro Amar & Ser Livre - Prem Baba ]

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page